"Epaminondas Nogueira Advogados - desde 1965 - Mogi das Cruzes - São Paulo - São José dos Campos - Trabalhista - Civil - Familia - INSS"
EpaminondasNogueira-Logo
Menu
Título: ABSENTEÍSMO
Data: 15/Junho/2012 Local: O Diário de Mogi

Muitas vezes se vê alguém cochilando durante uma palestra, ou até mesmo dormindo no horário de trabalho. Esse é um tipo de ausência.

A ausência não é, necessariamente, do sujeito que não veio, do que não compareceu. Ela é, precisamente, a do que se alheia.

Esse é o seu significado mais amplo, conceito já conhecido pelos antigos romanos donde nos veio como tradução de abscedens, entis que se dizia do sujeito que se aparta, que se ausenta, que se põe ao lado, que não participa.

É uma ausência branca, camuflada, escondida, mas tanto ou mais prejudicial do que a declarada.

A ausência manifesta, a simples falta ao trabalho, tumultua todo o processo produtivo, notadamente, nas empresas.

Da mesma forma o que se alheia, é desidioso, faz corpo mole, se faz de surdo e não cumpre suas tarefas na amplitude esperada, é danoso.

O que sequer vem trabalhar quando chega traz justificativas, atestados médicos e muitas vezes se torna arrogante porque vai ser descontado.

A ideia de que se pode, indefinitivamente, aplicar subterfúgios ou mentiras para receber o pagamento sem de fato trabalhar é o “ouro dos tolos”.

O empregador ainda que considere inconveniente demitir o ausente contumaz na oportunidade, evidentemente, aguardará o melhor momento para fazer isso.

Quando o empregado for buscar um novo emprego a instabilidade do seu currículo denunciará a pouca vocação para o trabalho e tudo será muito mais difícil para ele.

Há aspectos até dolorosos relacionados à ausência que chegam às raias de questões patológicas.

É o caso do sujeito que se convence que o trabalho lhe faz mal à saúde, que sofre discriminações e perseguições de colegas ou superiores hierárquicos, que sofre assédios.

Pessoas poliqueixosas que vivem transitando pelos consultórios e hospitais na busca de tratamento de males imaginários que vêm à luz quando chegam ao local de trabalho.

Essa é realmente uma forma de inaptidão à função que se pode considerar patológica.

Enfim, é o vício do que cospe no prato em que come e quem o adota cedo ou tarde paga muito pelo pecado.

Apesar desses aspectos o absenteísmo pode ser minorado com políticas implementadas pelo próprio empregador na medida em que valorizar a pessoa do bom e assíduo trabalhador.

Vale a pena lembrar que é mais eficaz elogiar e promover o bom do que castigar o faltoso. O exemplo ensina mais que a doutrinação.

Epaminondas Nogueira é advogado

É permitida a reprodução parcial dos textos, condicionada a menção da fonte, onde deve obrigatoriamente, constar o seguinte: Fonte: Epaminondas Nogueira Sociedade de Advogados, desde 1965.

 

#epaminondas #epaminondasnogueria #epaminondasadvogado #advogado #advoagdosp #advogadosaopaulo #advogadomogi #advogadomogidascruzes #advogadosaojose #advogadosaojosedoscampos #advogadosjc #advogadovaledoparaiba #advogadostrabalho #advogadostrabalhista #advogadoprevidencia #advogadoprevidenciario #advogadocivel #advogadofamilia
Curta nossa página do Facebook Facebook
EpaminondasEndereco
Contato Livros Artigos Consultas Escritorios AreasAtuacao Advogados QuemSomos